×

Menssagem de erro

  • Warning: file_put_contents(temporary://fileqJiuDF): failed to open stream: "DrupalTemporaryStreamWrapper::stream_open" call failed em file_unmanaged_save_data() (linha 1962 de /web/php/ncfw/includes/file.inc).
  • O arquivo não pôde ser criado.

Você está aqui:

Notícias

Minas representa Brasil em encontro sobre economia solidária na Itália

22/06/2015

As ações do Governo de Minas Gerais para o fortalecimento da agricultura familiar foram apresentadas durante a edição 2015 do Encontro Nacional da Economia Solidária, realizado na região de Friuli Veneza Giulia, na Itália. O encontro anual organizado pela Rede Italiana da Economia Solidária tem como objetivo difundir boas práticas e criar redes de desenvolvimento da economia solidária, como alternativa para o mercado atual.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda) representou o Brasil na mesa redonda “Quando as iniciativas encontram as instituições (Governo)”. O superintendente de Acesso a Mercados e Comercialização da Seda, Lucas Scarascia, falou sobre os programas brasileiros que garantem alimentação mais saudável para a população, além de promover a inclusão social e ampliar a renda dos agricultores familiares.

Os principais são a Política de Aquisição de Alimentos (PAA), o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e a Política Estadual de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA Familiar). No Brasil, o segmento responde por 74% da mão de obra no campo e contribui com 33% do valor bruto da produção agropecuária.

“Falamos sobre os programas de aquisição de alimentos da agricultura familiar, que são uma referência internacional. Acho que representamos bem o nosso país e abrimos mais uma porta para a troca de experiências de políticas públicas na área. Foi um sucesso.”, disse Lucas Scarascia.

A governadora do Friuli Venezia Giulia, Deborah Serracchiani, elogiou o modelo brasileiro de fortalecimento da agricultura familiar. A autoridade esteve há duas semanas com o ex-presidente Lula para tratar de temas como a pesca artesanal.

“Esses programas foram fundamentais para que o Brasil saísse do mapa da fome mundial. Se queremos apoiar a agricultura familiar temos que mirar o exemplo brasileiro”, disse Deborah Serracchiani.

Também participaram da mesa o prefeito de Trieste (cidade sede), Roberto Cosolini, a secretaria de Planificação Urbana de Trieste, Elena Marchigiani, entre outras autoridades.

Parceria internacional

A Seda participa de uma ação articulada nos municípios de Berilo, Chapada do Norte, Mina Novas, Turmalina e Veredinha, em conjunto com o Centro de Voluntariado Internacional (CeVI) e o  Centro  de  Agricultura  Alternativa Vicente Nica (CAV), responsáveis pelo convite para participação do Governo de Minas no Encontro Nacional da Economia Solidária . Com financiamento da União Europeia e a colaboração direta do Núcleo de Pesquisa e Apoio à Agricultura Familiar Justino Obers da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a ação visa promover modelos de economias rurais, ambientalmente sustentáveis.