×

Menssagem de erro

  • Warning: file_put_contents(temporary://fileGG8ML0): failed to open stream: "DrupalTemporaryStreamWrapper::stream_open" call failed em file_unmanaged_save_data() (linha 1962 de /web/php/ncfw/includes/file.inc).
  • O arquivo não pôde ser criado.

Você está aqui:

Notícias

Governo de Minas Gerais retoma regularização de terra

12/06/2015

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda) retoma o Programa Estadual de Regularização Fundiária Rural no estado. A primeira ação será  um mutirão de recadastramento em Frei Gaspar, Vale do Mucuri, no qual 63 posseiros estão com seus processos sem andamento. Em julho, será feita a medição destes terrenos e, até o fim do ano, eles receberão o título de posse da terra. 

Os posseiros deverão dirigir-se ao CRAS da cidade, que fica na Avenida Agnelo José de Magalhães, 25, Centro, entre os dias 16 e 19 de junho, das 8h às 18h, com os seguintes documentos:

- Carteira de Identidade;

- CPF;

- Certidões de nascimento e casamento;

- Certidões negativa/positiva do Cartório de Registro de Imóveis do município de Itambacuri em nome do requerente e cônjuge, se for o caso e 

- Certidão em nome do imóvel no mesmo cartório.

Os processos de regularização da posse de propriedades rurais estavam parados há quatro anos e geraram  um passivo de 16 mil casos em todo o estado. O diagnóstico realizado pelo Governo do Estado mostrou que, nos últimos quatro anos, apenas 47 títulos foram emitidos.

A meta da SEDA para 2015 é regularizar 2 mil propriedades. As próximas cidades beneficiadas serão Chapada do Norte e Turmalina (entrega de títulos às famílias), ambas do Vale do Jequitinhonha.

Regularização fundiária

Em Minas Gerais há cerca de 550 mil propriedades rurais, a maioria de pequenos produtores que não têm o registro de seus terrenos - o chamado título fundiário de posse de terra. E é justamente o pequeno agricultor que mais sofre com a falta de estrutura.

A regularização fundiária é um importante fator para a solução dos conflitos sociais, garantia do direito à terra e a melhoria da qualidade de vida das pessoas, promovendo a cidadania. Com ela, o acesso ao crédito e outros incentivos públicos é mais fácil, o que contribui para promover a redução do êxodo rural.

Notícias relacionadas

Secretaria de Desenvolvimento Agrário prorroga até 31 de julho prazo para que prefeitos do semiárido mineiro manifestem interesse em participar do programa de seguro

Garantia Safra 2015-2016 irá beneficiar cerca de 70 mil famílias do semiárido de Minas Gerais

Programa para agricultura familiar será ampliado em municípios mineiros nos próximos anos. Outra novidade é a aprovação de R$ 34 milhões em crédito fundiário